Aranhas mais Venenosas do Mundo

Aranhas mais Venenosas do Mundo

Aranhas mais Venenosas do Mundo – As aranhas são aracnídeos que, geralmente, ocasionam sentimentos variados a nós, seres humanos.

Há pessoas que tem medo, outras, apenas, repúdio e ainda há quem tenha fascinação e encantamento por esses animais. Porém, seja qual for o sentimento, temos que tomar muito cuidado com as aranhas e saber que ainda que existam aquelas que não oferecem perigo ao ser humano, existem outras que são extremamente venenosas, cujo veneno pode ser fatal. Conheça agora as aranhas mais venenosas do mundo:

Aranha-Marrom (Gênero Loxosceles)

A Aranha-Marrom, encontrada no Brasil, no restante das Américas, na África, sul da Europa e China, apesar de pequena (3 cm) é possuidora de um dos venenos mais potentes do mundo.  Ele age sobre os tecidos da pele e do músculo e destrói os glóbulos vermelhos do sangue. E embora a princípio a picada não doa, com o passar do tempo o local começa a arder e em seguida incha e fica vermelho.

Caso não haja tratamento, a picada poderá ocasionar uma úlcera (um buraco) que leva muito tempo para cicatrizar, o que, em alguns casos, pode exigir um enxerto de pele.

Essa espécie é responsável por 50 ocorrências em São Paulo, apesar de ser mais encontrada na região sul do país.

Fique atento: Ela costuma ficar dentro de roupas e sapatos

Armadeira (Gênero Phoneutria)

A aranha Armandeira possui 15 cm e é encontrada na América do Sul e América Central. Essa espécie é uma das mais agressivas e é responsável por metade dos acidentes com aranhas no território brasileiro.

Quando se sente ameaçada, ela se ergue sobre as pernas traseiras, levanta as da frente e mostra seu ferrão, por isso foi nomeada como armadeira. Seu veneno é do tipo neurotóxico, aquele que atinge o sistema e causa dor.

Viúva-Negra (Gênero Latrodectus)

A Viúva-Negra, espécie que possui uma mancha vermelha na parte da barriga, é uma das aranhas mais temidas e não é à toa: ela possui um veneno que pode ser fatal. Ele é do tipo neurotóxico, ou seja, atinge o sistema nervoso e causa muita dor.

É importante dizer que quem é responsável por esses acidentes são as fêmeas, os machos, que inclusive, são menores, não picam. E que as espécies do Mar Mediterrâneo, na Europa, podem possuir picadas fatais, já no Brasil, as aranhas viúvas-negras são mansas e não picam. Essa espécie é encontrada no Brasil, restante da América do Sul, América do Norte, África, Europa, Ásia e Oceania.

Teia-de-funil (Gêneros Atrax e Hadronyche)

A aranha Teia-de-funil é encontrada apenas na Oceania e seu tamanho varia de 1 a 4,5 cm.

Ambos os gêneros possuem elevado poder de ataque, apesar da Atrax Robustus, também conhecida com aranha de teia-de-funil de Sydney, ser considerada a mais perigosa.

A picada dessa espécie, independente do gênero, é composta também pelo veneno do tipo neurotóxico e por isso atinge o sistema nervoso e provoca muita dor.