Cuidados e Precauções Contra Vespas e Marimbondos

Cuidados e Precauções Contra Vespas e Marimbondos

Cuidados e Precauções Contra Vespas e Marimbondos

Vespas e marimbondos são importantes ao ecossistema, pois costumam ser predadores de diversos insetos prejudiciais aos humanos, como: cupins, aranhas, formigas e até o mosquito da dengue. Por outro lado, quando sua população cresce demais é preciso fazer um controle disso. 

Além do mais, sua convivência com seres humanos tende a ser perigosa.Marimbondos têm o hormônio feromônio, que funciona como atrativo entre insetos da mesma espécie. Eles liberam esta substância enquanto criam seus ninhos, e mesmo depois de ser eliminado.

Eles podem voltar ao local pela atração. Existem soluções caseiras que podem ser usadas para espantar estes insetos da sua casa.As vespas têm um tamanho que pode variar muito de acordo com cada espécie, mas as maiores podem medir até 5 cm.

Seu veneno contém histamina e uma substância capaz de dissolver glóbulos vermelhos do sangue, por isso, sua picada pode ser fatal em muitos casos.Do contrário das abelhas, as vespas e marimbondos não deixam o ferrão na pele, portanto podem picar mais de uma vez.


 Sintomas pós-ferroada:

– Dor muito forte no local;

– Inchaço;

– Irritação e coceira, que podem se estender por vários dias;

– Vermelhidão na pele;

– é possível que haja reação alérgica mais grave.


Principais cuidados a serem tomados com vespas e marimbondos:

– Procure não se aproximar dos ninhos destes insetos;

– Evite fazer movimentos bruscos próximo aos ninhos;

– Evite fazer barulhos ou ruídos;

– Oriente as crianças para que evitem se aproximar dos ninhos e colmeias.


Descubra como eliminar vespas e marimbondos

À noite, quando os insetos já estiverem retornado para a casa, é o melhor horário para eliminar os ninhos de vespas e marimbondos. Apesar de existirem várias técnicas que ajudam nessa tarefa, a segurança deve estar em primeiro lugar.Pensando nisso, desenvolvemos o Alcance, um inseticida aerossol.

Para ser utilizado em ambientes externos.O produto vem pronto para uso, é seguro e de fácil manuseio. Além disso, possui uma válvula spray especial que produz um jato de até 5 metros. Para a aplicação deve-se direcionar a abertura da válvula direto para os ninhos. 

Devido ao longo alcance, a pessoa que aplicar o produto fica a uma distância segura para manipulação.Também pode ser aplicado em outros locais onde vespas e marimbondo fazem seus ninhos, como frestas, fendas e rachaduras.É importante cuidar para não aplicar o produto em superfícies plásticas.

Ou próximas a elas, nem mesmo em superfícies pintadas com tintas não resistentes a solventes aromáticos, como carros e motos.

As vespas são também conhecidas como marimbondos ou cabas. Algumas famílias de vespídeos como Synoeca cyanea (marimbondo-tatu) e de pompilídeos como Pepsis fabricius (marimbondo cavalo) são encontrados em todo o território nacional.

Tidos como inimigos devido a suas ferroadas doloridas e combatidos com fogo e inseticidas, os marimbondos também têm o seu lado bom. São predadores de muitos insetos nocivos como cupins, aranhas, formigas, lagartas, gafanhotos e mosquitos, entre eles o Aedes egypti, transmissor da dengue.

Então, é bastante útil preservá-los, mas quando a população desse bicho aumenta muito é necessário fazer o controle para que não se torne perigosa a convivência. Ao contrário das abelhas, não deixam o ferrão no local da picada. Os efeitos locais e sistêmicos do veneno são semelhantes aos das abelhas.

Porém menos intensos, e podem necessitar esquemas terapêuticos idênticos.Utilizam-se iscas associadas a inseticidas de ação lenta. Os marimbondos são atraídos por carne, peixes, sucos de frutas e xarope de gengibre.Outro método é borrifar o ninho com um inseticida doméstico dissolvido em óleo vegetal.


Neste caso, tomam-se algumas precauções:

– Faça o trabalho à noite, quando as vespas estão recolhidas ao casulo.

– Fique em silêncio e não use perfumes ou produtos com cheiro forte pois podem irritar os bichos.

– Aproxime-se do vespeiro com roupa grossa ou vestimenta de apicultor e óculos para proteger os olhos, pois algumas vespas espirram veneno de longe.

Os marimbondos possuem um hormônio chamado feromônio, que funciona como atrativo entre indivíduos da mesma espécie. Essa substância é secretada pelos insetos no momento da construção dos ninhos. Isso faz com que voltem sempre para os mesmos lugares, inclusive depois que o casulo foi destruído.

Uma sugestão é utilizar um produto com cheiro forte e ação repelente, por exemplo, o óleo de citronela ou de eucalipto, para mascarar o feromônio, dificultando assim a instalação desses indivíduos no local.Repita a aplicação a cada três meses.


O quê fazer depois de uma picada?

Sempre que possível leve com você o inseto que lhe causou a reação ou tente identificá-lo, é muito importante que o médico saiba o tipo do inseto que você pode ser alérgico.As vespas e marimbondos picam mais de uma vez. Tenha cuidado em não apertar o corpo da abelha quando retirar o inseto.

Mesmo se você não tiver reações alérgicas às picadas de inseto, isso pode causar grande desconforto. Para aliviar a dor você pode:

– Elevar a parte do corpo que foi picada e colocar gelo ou fazer uma compressa fria para diminuir o edema (inchaço).

– Não furar qualquer bolha que possa surgir. Limpe as bolhas com água e sabão para evitar infecções.

– Creme de corticosteróide tópico e anti-histamínico oral podem ajudar a controlar a inflamação e a coceira.

– Se você estiver com muita coceira (mesmo sem reação alérgica) procure um médico para que ele receite a medicação correta para reduzir o inchaço.

– Se o inchaço aumentar, procure cuidados médicos imediatamente.

– Prevenir é o melhor remédio. Diminua o risco de picadas de insetos usando sapatos fechados, meias, luvas e repelentes quando estiver em locais sujeitos a maior exposição.

– Se você é alérgico a picadas de insetos, seu médico pode recomendar que você adote medidas preventivas para evitar o contato e que tenha sempre a mão medicamentos para tratamento imediato de reações anafiláticas.

You may also like